Fórum ANJB
Entrevista a José Abreu
Entrevistas
Quinta, 20 Maio 2010 08:18

O repórter ANJB não podia deixar “escapar” o outro Candidato a Árbitro Internacional, José Abreu, e nas vésperas da sua partida para Itália, aqui segue o relato, na 1ª pessoa da sua “Vida Desportiva”.

 

 

"O Basquetebol começou por ser um desporto que eu só via aos fins de semana porque morava mesmo atrás do velhinho e saudoso Pavilhão de São João.

Na altura existia para o Basquetebol na zona do Funchal o Pavilhão dos Salesianos, o Pav. de São João e esporadicamente jogos no Pav. dos Trabalhadores ( normalmente neste era só grandes eventos, Supertaças, Taças de Portugal ou até mesmo Campeonatos de Europa ),;depois por curiosidade comecei a frequentar o Pavilhão São João durante a semana e a treinar por passatempo, isto aos 13 anos de idade, era uma forma de estar um pouco fora de casa e ter mais algumas amizades...

Depois comecei a treinar mais a sério e apesar de não ter muito jeito para jogar, ( abancava mais que jogava) mesmo assim cheguei a ser Campeão Regional durante 3 anos, isto muito à conta dos meus colegas de equipa .

Entretanto neste primeiro contacto com o basquete ia assistindo a muitos jogos e na altura também existia falta de Árbitros ( não é só de agora ), chamavam-me para ir desenrascar o jogo. No inicio era muito complicado porque não tinha conhecimento de regras, não conhecia o jogo, era tudo muito novo para mim, mas havia alguma compreensão dos envolvidos e com muitas falhas lá ia apitando alguns joguitos ...

Depois chegou a altura da realização de um curso dado pela A.B.Madeira que eu frequentei, e a partir daí foi sempre e cada vez mais a gostar da Arbitragem. Não posso deixar de lembrar e agradecer publicamente a algumas pessoas que me ajudaram muito naquela fase inicial da minha carreira da Arbitragem tais como o Presidente do CAD na altura Dr. José Manuel Vieira, do José Miguel Freitas ( que me ofereceu o 1º equipamento de arbitro, o qual ainda o guardo comigo ) do Mário Gil Fernandes ( que após a saída do José Miguel Freitas enquanto árbitro arbitrou muitos jogos comigo) que nunca deixaram de me corrigir, que sempre tiveram a disponibilidade para me ajudar a melhorar.

Passados quatro anos de ter tirado o curso de arbitro estagiário fui frequentar o Curso de Arbitro Nacional de 2ª Categoria, fazendo depois passados 2 anos o Curso de Acesso a Arbitro Nacional de 1ª Categoria Nacional passando e actuando nas competições mais altas a nível nacional exceptuando a LCB. Esse convite, surgiu passados  2 anos, para ingressar no lote dos Árbitros de 1ª Categoria que actuariam também na LCB passando assim a poder actuar em todas as Competições Nacionais.

Umas das situações mais caricatas que me aconteceu foi aquando da minha vinda da Madeira para Lisboa para actuar num jogo da LCB em Belém. Ao entrar no avião e este estando cheio, o meu saco de arbitragem que viajava sempre comigo por norma, dessa vez não foi possível, porque as bagageiras do avião já estavam todas cheias e foi para o porão do avião.Ao chegar a Lisboa, depois de mais de duas horas de espera pela vinda do saco e entre reclamação do lost and found da TAP, resolvi ligar ao delegado do jogo; lembro-me bem que era o José Nina e relatei o sucedido na altura , ao que foi logo dada a solução, encontrar alguém que emprestasse equipamento de arbitro para apitar o jogo.A hipótese, após algumas chamadas recai sobre o meu amigo José Almeida que tinha um equipamento da LCB aquando da sua passagem pela mesma e então Arbitrei esse jogo em Belém com equipamento diferente dos meus outros dois colegas, acabando depois o meu saco por ser entregue em minha casa, na Madeira, na quarta feira seguinte ao jogo, passando por vários destinos entre eles a França ...

Também já tive felizmente a possibilidade de estar em alguns Pontos Altos, Finais de Taças de Portugal Masculinas e Femininas, Supertaças Masculinas e Femininas Finais de Liga Masculina e Feminina, mas a que mais me marcou foi uma Final da Taça a 8 realizada em Évora há 3 épocas em que fui o Árbitro Principal desse jogo e aí sim senti mesmo a pressão desse encontro, mas correu tudo bem e acho que foi um passo importante para mim para consolidar a minha carreira na Arbitragem.

Sempre foi uma ambição ser Árbitro FIBA mas sem ser uma obsessão pelo que esta oportunidade que me foi dada será correspondida pela força e empenho elevados para que possa cumprir um objectivo que tenho desde muito cedo, representando assim o meu País com responsabilidade e orgulho.

Desejo que este Curso sirva para que o nosso país tenha mais 2 Árbitros Internacionais a dignificar o nome de Portugal por esse Mundo fora ..."

 

 

   
       

Your are currently browsing this site with Internet Explorer 6 (IE6).

Your current web browser must be updated to version 7 of Internet Explorer (IE7) to take advantage of all of template's capabilities.

Why should I upgrade to Internet Explorer 7? Microsoft has redesigned Internet Explorer from the ground up, with better security, new capabilities, and a whole new interface. Many changes resulted from the feedback of millions of users who tested prerelease versions of the new browser. The most compelling reason to upgrade is the improved security. The Internet of today is not the Internet of five years ago. There are dangers that simply didn't exist back in 2001, when Internet Explorer 6 was released to the world. Internet Explorer 7 makes surfing the web fundamentally safer by offering greater protection against viruses, spyware, and other online risks.

Get free downloads for Internet Explorer 7, including recommended updates as they become available. To download Internet Explorer 7 in the language of your choice, please visit the Internet Explorer 7 worldwide page.