Fórum ANJB
Fernando Rocha em entrevista.
Entrevistas
Terça, 16 Abril 2013 07:25

Fernando Rocha esteve presente em mais uma final de uma competição europeia, desta vez a Eurocup. Falámos com ele, antes e depois do jogo e publicamos agora a conversa que tivémos. Mais uma vez a arbitragem portuguesa esteve muito bem representada ao mais alto nível.

 

 

Fernando, antes de mais deixa-nos dar os parabéns por mais esta nomeação para uma importante final de uma prova europeia, algo que pensamos estender-se a todos os teus colegas.

 

- Todos sabemos que quando atingimos um determinado nível, esperamos sempre por ser nomeados para estes momentos altos, mas nunca é demais perguntar como te sentiste quando recebeste esta nomeação?

Em primeiro lugar gostava de agradecer as vossas palavras e estender esse agradecimento a todos aqueles que me enviaram mensagens ou que utilizaram as redes sociais para o efeito.

Foi de alguma forma estranho, uma vez que não sabia que a nomeação ainda não tinha sido feita. Estava em Madrid em trânsito para Atenas, para mais um jogo, quando recebi o email com a informação que estava nomeado para a Final.

Foi, como é óbvio, uma enorme alegria saber que o nosso trabalho ao longo da época é reconhecido, e também um orgulho enorme estar em mais um ponto alto de uma competição internacional.

 

- Também sabemos que na Euroleague as nomeações dos árbitros só são conhecidas no dia anterior, mas podes dizer-nos há quanto tempo já sabias desta nomeação?

Recebi a nomeação no dia 03 de abril, ou seja, dez dias antes da Final.

 

- E como é gerir este "segredo" durante esse tempo, sendo que no teu interior acredito que a tua vontade é a de contar a toda a gente a felicidade que vai dentro de ti?

Não guardei grande segredo, informei as pessoas mais próximas, assim como informei o CA da FPB, pedindo que não fosse divulgado até ser público. Também entre os árbitros da Euroliga, normalmente, nós trocamos opiniões e alguns já sabiam de quem apitava a final uma semana antes.

 

- Depois de em 2010 já teres arbitrado a final desta competição, então como 2º árbitro, desta vez coube-te a responsabilidade de liderares a equipa como "Crew Chief".Equipa de arbitragem da Eurocup 2013. O que torna esta nomeação diferente da anterior?

Em primeiro lugar, nessa final, a mesma foi realizada em sistema de Final 4, portanto estavam mais árbitros presentes. Nesta é apenas um jogo e ser escolhido entre 96 árbitros para a arbitrar é realmente um grande sucesso.

A diferença não é grande, eventualmente prestigia mais ser primeiro árbitro, mas como eu prezo muito o trabalho de equipa não valorizo em demasia esse facto.

 

- Embora numa equipa a responsabilidade seja de todos, o líder como bem sabemos tem sempre uma responsabilidade extra na preparação e motivação da sua equipa. Conta-nos como preparas habitualmente jogos desta exigência?

Tenho a felicidade de estar com dois companheiros que conheço muito bem e com os quais já arbitrei várias vezes esta época. Fizemos até, há relativamente pouco tempo, um jogo importante do Top 16 da Euroliga, o CSKA-Real Madrid.

Assim a preparação vai ser muito mais fácil porque existe já uma grande química entre nós. Iremos estudar as equipas, verificar quais os jogadores chave, os jogadores mais problemáticos e analisar alguns videos para uniformizar ainda mais o critério a utilizar.

 

- A este nível, o que se torna mais difícil durante o jogo? Manter um critério consistente, o "game management", o jogo fora da bola?...

A este nível o importante é controlar a ansiedade, retirar pressão sobre os jogadores e utilizar a nossa linguagem corporal como fator disuasor de potenciais problemas. Para se conseguir tudo isto é realmente necessário um grande controlo emocional e mental.

Se tiver que destacar uma das áreas que apontas na pergunta eu diria que o Game Management se sobrepõe às restantes.

 

- E quanto à pressão? Sabemos que começa a tornar-se um hábito (felizmente) estares em competições e nas suas finais mas, fazes algum tipo de trabalho de preparação mental ou psicológica adicional antes destes momentos?

É realmente fundamental as áreas que referes. Com a experiência que se vai ganhando ao longo dos anos são áreas que se vai controlando cada vez melhor. Eu tenho algumas rotinas que sigo sempre e tento sempre antecipar ao máximo aquilo que pode vir a acontecer.

Quanto mais fatores controlarmos antecipadamente mais rápida vai ser a nossa reação aos acontecimentos.

 

- Depois do jogo, que correu muito bem como todos tivemos a opportunidade de ver, o que sentiste ao soar o apito final? E que avaliação fazes do desempenho da equipa?

O jogo correu muito bem e sentimos imediatamente que realizamos um grande trabalho. Houve um reconhecimento imediato de todos os intervenientes (jogadores, treinadores,..) da qualidade do nosso trabalho. Tivemos também depois o agradecimento, pelo trabalho desenvolvido, do Diretor de arbitragem assim como dos principais responsáveis da Euroliga (Diretor Desportivo, CEO, Presidente da ULEB…..).

Todos nos deram os parabéns.

 

- Algum momento mais caricato, daqueles que ninguém vê nas imagens, que nos possas contar? Um diálogo com um jogador, um "trash-talk", uma situação inusitada?

Nada de especial…..Posso se calhar contar um episódio com um jogador, no qual após ter penetrado para o cesto procurou o contacto com um adversário e atirou a cabeça para trás a ver se marcavamos falta.

Quando o jogo parou fui ter com ele e disse-lhe: “Não me f…s o jogo com essas fitas porque assim eu nunca sei quando é que é falta. Joga direito!!” . E ele respondeu: “Tens razão…Desculpa!!”… Mas este tipo de situações acontece muito durante os jogos…

 

- E agora? Eurobasket em Setembro... E o que esperar mais, qual é o sonho?

Sim, mais um Eurobasket, que será o terceiro consecutivo. Espero estar a um bom nível para poder atingir novamente a fase final e aí poder aspirar a estar novamente num momento alto…Vamos ver!? Um sonho será sempre arbitrar nos Jogos Olímpicos.

 

- Muito obrigado pela tua disponibilidade e mais uma vez, parabéns pelo excelente trabalho.

- Eu é que agradeço a oportunidade de poder chegar mais próximo dos meus colegas e de alguma forma poder contribuir para uma maior motivação dos mais novos para que de aqui a alguns anos outros estejam no meu lugar.

Acreditem que é possível e trabalhem com motivação e humildade.

Cumprimentos a TODOS OS JUÌZES!!!

 

 

   
       

Your are currently browsing this site with Internet Explorer 6 (IE6).

Your current web browser must be updated to version 7 of Internet Explorer (IE7) to take advantage of all of template's capabilities.

Why should I upgrade to Internet Explorer 7? Microsoft has redesigned Internet Explorer from the ground up, with better security, new capabilities, and a whole new interface. Many changes resulted from the feedback of millions of users who tested prerelease versions of the new browser. The most compelling reason to upgrade is the improved security. The Internet of today is not the Internet of five years ago. There are dangers that simply didn't exist back in 2001, when Internet Explorer 6 was released to the world. Internet Explorer 7 makes surfing the web fundamentally safer by offering greater protection against viruses, spyware, and other online risks.

Get free downloads for Internet Explorer 7, including recommended updates as they become available. To download Internet Explorer 7 in the language of your choice, please visit the Internet Explorer 7 worldwide page.